Home / Dicas Prácticas / Alugar uma Casa de Férias

Alugar uma Casa de Férias

alugarcasa-01

Começa a chegar aquela altura do ano em que muitos portugueses iniciam a planificação das suas férias de Verão. Agosto é de longe o mês mais procurado para a saída da grande cidade, umas vezes por opção, outras vezes por obrigação (é a empresa que encerra para férias, são os professores que só nesse mês se conseguem afastar das suas obrigações, são os pais que têm miúdos em idade escolar). Por outro lado o Algarve é o destino mais procurado, pela sua fama de clima perfeito e águas cálidas.

Algumas pessoas têm a boa fortuna de possuir uma segunda habitação para férias; outros procuram a solução mais confortável, recorrendo à hotelaria para ter acesso às belas praias do sul do país ou de qualquer outra região que escolham para passar os dias de merecido repouso. Mas no final de contas a maioria das pessoas aluga ainda uma residência temporária para si e para a sua família. E é neste contexto que hoje aqui trago algumas ideias e sugestões.

Quanto Antes

Como proprietário de um apartamento para alugar em Vilamoura, vejo-me, por assim dizer, do outro lado da barricada. E reparo que muita gente, arriscaria mesmo dizer que a maioria das pessoas que me contacta, o faz muito em cima da altura. Talvez por descuido, talvez por estar dependente de situações que só são resolvidas muito tarde, há muitas pessoas que começam a procurar o seu pouso para as férias numa altura em que já está quase tudo alugado. E sim, com crise ou sem crise, a oferta disponível no Algarve está basicamente esgotada em Agosto. Muitas vezes em Julho também. E depois há a decepção, a aflição. É mesmo melhor estar ciente que se deixar para a última da hora poderá ter sérias dificuldades em encontrar uma situação a seu gosto. Ou mesmo qualquer situação que seja.

Evite a Burla

Todos os anos se repete a cena. Sobretudo se não há incêndios para ocupar as primeiras páginas dos jornais, saltam sempre à vista as notícias sobre o pobre desgraçado que viu um anúncio de um apartamento para alugar, pagou… e quando chegou lá, acabadinho de atravessar o país, descobriu com horror que o local de sonho afinal não existia. Foi enganado. O anunciante apagou os vestígios da transação, já não tem aquele número de telefone…

alugarcasa-02

Para evitar isto pode regressar ao mesmo local ano após ano, sabendo – espero – que está em boas mãos. Mas não precisa de se comprometer para a vida. Pode simplesmente procurar o imóvel que lhe convém em portais de alugueres de propriedades idóneos, com presença em diversos mercados, sem adição de comissões, como por exemplo a MediaFerias.com. Nessas páginas existem mecanismos que possibilitam um controle quase total da situação, por exemplo, com a indicação da data da colocação do anúncio ou com a disponibilização de um sistema de referências. Sejamos realistas: se alguém tem um anúncio online há anos, é pouco provável que escolha precisamente a si para dar a golpada antes de desaparecer. E o mesmo se aplica aos proprietários que têm registadas inúmeras referências positivas.

Pode também, se a sua disponibilidade e localização geográfica o permitirem, visitar antecipadamente o local e conhecer o proprietário.

Escolha Bem

Para o bem de todos é conveniente que a pessoa que prepara as suas férias escolha um imóvel em conformidade com as suas necessidades e expectativas. Para evitar frustrações e, em casos mais radicais, umas férias estragadas. O que é preciso é que defina o que pretende, o que é essencial para si. E selecionar o produto segundo esses parâmetros. Quase toda a gente dirá… “ah quero algo perto da praia, algo que me permita estacionar o carro e só pegar nele quando for para partir”. Mas a não ser que se tenha uma condição financeira excepcional, a proximidade do mar implicará uma igual proximidade ao bulício, à confusão, as filas… enfim, ao stress de Verão. Se está habituado a viver numa casa, não escolha um apartamento, a não ser que esteja ciente de que isso significa ouvir os vizinhos a tomar o duche matinal, os seus passos à chegada ao lar temporário depois de uma noite de folia, os elevadores nas suas andanças diárias.

Uma escolha adequada poderá fazer a diferença entre o sucesso e o falhanço de umas férias e pautar o seu relacionamento com o proprietário. Se as coisas não correrem bem, não caia na tentação de atribuir culpas a outrem pelas suas más decisões.

alugarcasa-03

Seja Realista

Este é um erro clássico: dispôr de um orçamento limitado e esperar o céu. Não é possível. As coisas têm o preço que têm e se pensa que encontrou um negócio fabuloso é muito provável que as coisas não lhe corram tão bem como imagina. Localização, número de pessoas que pode levar consigo, idade do imóvel, qualidade dos acabamentos, exclusividade da piscina, lugar de estacionamento na garagem, vizinhança… tudo isto tem um custo, e se não pode adquirir a casa de férias dos seus sonhos… bem, é melhor não imaginar que vai usufruir dela.

About Ricardo Ribeiro

Comecei a cruzar o mundo já tarde, mas num espaço de tempo relativamente curto senti recuperado o atraso. Foram cerca de cinquenta países e muitas experiências, em apenas nove anos, quase todas narradas no blog Papaléguas. Mas esses escritos são apenas um diário de viagens. Senti que tinha mais a contar, que podia ensinar algo. E decidi iniciar um segundo blog. Se o primeiro pode ser definido como “de viagens”, este é “sobre viagens”.

Veja também...

O Virus Zika

Sente necessidade de descobrir tudo sobre o vírus Zika? Vou tentar ajudar. Sintomas, contágio, riscos, medicamentação.

4 Coisas a Fazer em Havana

Quatro coisas a fazer em Havana: Tomar um Cocktail no Hotel Nacional, Comer um gelado na Coppelia, Experimentar os Comboios Cubanos e Visitar o Callejon de Hammel

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *