Home / Viajantes Lusos / Jorge Cristóvão: de Lisboa a Baku em bicicleta

Jorge Cristóvão: de Lisboa a Baku em bicicleta

lisboa2baku-02

Realizam-se pela primeira vez em 2015. São os Jogos Europeus, uma espécie de Jogos Olímpicos, à porta fechada. Com a ironia de serem organizados por um país que apenas com muito boa-vontade poder ser considerado europeu: Azerbeijão. Uma nação para a qual obter um visto é um desafio que implica uma paciência de santo e algum dinheiro. Enfim, politiquices e muito petróleo à mistura.

O que importa para este artigo é Jorge Cristóvão, um coronel da Força Aérea reformado, de 53 anos, que se dispôs e entrar de cabeça nesta aventura… arrancar de Lisboa e pedalar até à capital do Azerbeijão com a bandeira que será a da comitiva portuguesa.

O nome oficial da aventura é Lisboa2Baku e promete devorar mais de 7.000 km, atravessando Espanha, França (delegação da Cote D’Azur), Mónaco, Itália, Grécia, Turquia, Geórgia e Azerbaijão. Ali por altura do Adriático, uma pequena “batota”, com a utilização do ferry para a travessia entre a Itália e a Grécia.

A saída está marcada para 10 de Abril. A chegada, precisamente dois meses depois, justamente no Dia de Portugal. Mesmo a tempo para que a bandeira seja levada na parada inaugural de abertura, agendada para 12 de Junho.

Um dos apoios que Jorge Cristóvão obteve foi precisamente uma bicicleta eléctrica, oferecida pela BMW, que lhe permitirá abordar esta aventura de forma mais realista, já que o tempo disponível e a distância a percorrer fariam do trajeto com uma bicicleta convencional algo muito em cima do limite. Foi também a BMW que cedeu o carro de apoio, um elemento que, enfim, já sua um pouco a auréola de aventura da iniciativa. Será um desafio fisico, mas com a segurança e o conforto de um carro de apoio, considerando que o percurso é europeu, perder-se-á muito da genuina aventura.

About Ricardo Ribeiro

Comecei a cruzar o mundo já tarde, mas num espaço de tempo relativamente curto senti recuperado o atraso. Foram cerca de cinquenta países e muitas experiências, em apenas nove anos, quase todas narradas no blog Papaléguas. Mas esses escritos são apenas um diário de viagens. Senti que tinha mais a contar, que podia ensinar algo. E decidi iniciar um segundo blog. Se o primeiro pode ser definido como “de viagens”, este é “sobre viagens”.

Veja também...

Pedro Moreira: autor do livro Daqui Ali

O Pedro um dia bazou. Foi dar uma volta, só que em vez de ir ...

Pedalar Devagar

Chamam-se João Gonçalo e Valérie. Ele é português, ela, suiça. Há muito que andam nisto ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *