Home / Oportunidades / Oportunidades: Coreia do Sul, de Viena, 375 Euros

Oportunidades: Coreia do Sul, de Viena, 375 Euros

Voar para o outro lado do mundo e chegar ao Extremo Oriente por menos de 400 Euros é bom. É verdade que é preciso pagar os voos de ligação para Viena, mas o preço continuará a ser bom . E quem desejar pode sempre tirar um par de dias e dar uma vista de olhos na espectacular capital austríaca.

São voos operados pela Air China e há escala em Pequim, mas isso não acrescenta um número estúpido de horas à viagem. As datas centram-se nos meses de Outono, uma boa época para visitar a Coreia do Sul, que tem um clima idêntico ao da Europa Central. Vamos ver:

15-23 Outubro
17-28 Outubro
16-27 Novembro
19-27 Novembro
30 Novembro – 11 Dezembro

Note que nestas situações de oportunidades as coisas são muito dinâmicas e é comum que as condições apresentadas mudem rapidamente ou desapareçam. isto deve-se a várias razões. Por vezes os preços muito baixos devem-se a erros humanos e são alterados rapidamente. Outras vezes são promoções que expiram ou simplesmente os lugares disponíveis a valores económicos esgotam-se.

Para reservar alojamento num destes destinos poderá usar o Booking.com.  Nota: ao marcar alojamento no Booking.com através desta ligação, estará a ajudar o Cruzamundos. Agradeço.

About Ricardo Ribeiro

Comecei a cruzar o mundo já tarde, mas num espaço de tempo relativamente curto senti recuperado o atraso. Foram cerca de cinquenta países e muitas experiências, em apenas nove anos, quase todas narradas no blog Papaléguas. Mas esses escritos são apenas um diário de viagens. Senti que tinha mais a contar, que podia ensinar algo. E decidi iniciar um segundo blog. Se o primeiro pode ser definido como “de viagens”, este é “sobre viagens”.

Veja também...

Oportunidades: Delhi, de Milão, 290 Euros

Viajar para a Índia por menos de 300 Euros? Sim, é possível. Basta juntar mais ...

Oportunidades: Osaka, de Viena, 390 Euros

Oportunidade para visitar o Japão com partida de Viena com preços desde 390 Euros. Os ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *