Home / Noticias das Viagens / São Tomé e Principe acaba com os vistos

São Tomé e Principe acaba com os vistos

Até agora uma visita a São Tomé e Principe implicava a aquisição de um visto na embaixada daquele país africano, com um custo de 20 EUR e uma validade para visitas até 30 dias. Contudo, o Conselho de Ministros de São Tomé e Príncipe decidiu terminar a exigência de um visto para os turistas com passaporte de qualquer um dos países da União Europeia ou dos Estados Unidos. O período de permanência autorizado é nesse caso reduzido para 15 dias. Ficou por definir o que fazer no caso de se pretender prolongar a visita até um mês ou mais. Nada foi anunciado sobre a inconveniente taxa de saída, que tem um valor basicamente equivalente ao do visto e que é exigida a todos os estrangeiros que abandonem o país.

Apesar de não interessar directamente aos leitores, fica também a informação que no caso de turistas não incluídos no grupo acima definido, aplica-se a isenção de visto caso detenham já um visto do Espaço Schengen (ou dos EUA).

Note-se que apesar de aprovada a medida não se encontra ainda em vigor.

About Ricardo Ribeiro

Comecei a cruzar o mundo já tarde, mas num espaço de tempo relativamente curto senti recuperado o atraso. Foram cerca de cinquenta países e muitas experiências, em apenas nove anos, quase todas narradas no blog Papaléguas. Mas esses escritos são apenas um diário de viagens. Senti que tinha mais a contar, que podia ensinar algo. E decidi iniciar um segundo blog. Se o primeiro pode ser definido como “de viagens”, este é “sobre viagens”.

Veja também...

Wizzair: voos de Lisboa para Kiev

Wizzair: voos de Lisboa para Kiev a partir de Abril de 2018.

Novas Politicas de Bagagem da Wizzair

As novas condições de bagagem da Wizzair, a entrar em vigor a 29 de Outubro de 2017.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *