Home / Noticias das Viagens / Lufthansa processa passageiro que perde voo

Lufthansa processa passageiro que perde voo

A insólita situação não é totalmente inocente. O passageiro não perdeu o voo porque chegou tarde ao aeroporto ou porque o voo de escala chegou atrasado. O passageiro simplesmente não tinha interesse em concluir uma viagem composta por dois voos e na escala apanhou um outro voo e deixou a Lufthansa seguir.

Algo que fazemos muitas vezes. Pelo menos pessoal que aproveita promoções, muito frequentes, que têm escalas indesejadas. Já se sabe que para o fazer é necessário viajar apenas com bagagem de cabine, porque não se poderá recuperar a bagagem de porão no aeroporto intermédio. E é uma prática frequente, a que curiosamente as companhias aéreas, por razões que me ultrapassam, se opõem.

Desta vez a Lufthansa foi mais longe e colocou em tribunal o passageiro. Nesta ocasião o cliente comprou uma passagem de ida e volta, de Oslo para Seattle, com escala à ida e à volta em Frankfurt. Ora no regresso, assim que saiu do avião naquela cidade alemã, o passageiro tomou um outro voo, também da Lufthansa, para Berlim. Em que é que isto implica com a felicidade e bem-estar da companhia de facto é incompreensível. Não só levaram o avião um pouco mais leve como ainda por cima, neste caso, venderam outra passagem. Mas agora exigem do passageiro o pagamento de uma indemnização de 2.112 Euros.

Em Dezembro um tribunal de primeira instância de Berlim já lhes disse para terem juízo, mas insistem, recorrendo da sentença.

 

About Ricardo Ribeiro

Comecei a cruzar o mundo já tarde, mas num espaço de tempo relativamente curto senti recuperado o atraso. Foram cerca de cinquenta países e muitas experiências, em apenas nove anos, quase todas narradas no blog Papaléguas. Mas esses escritos são apenas um diário de viagens. Senti que tinha mais a contar, que podia ensinar algo. E decidi iniciar um segundo blog. Se o primeiro pode ser definido como “de viagens”, este é “sobre viagens”.

Veja também...

Companhia aérea WoW colapsa

A companhia aérea islandesa colapsou de um momento para o outro, cessando todas as operações.

O Estranho Caso do voo BA3271 da British Airways

A British Airways envia avião para destino trocado, para divertimento dos passageiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *